Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Design e outros Desvarios

Your Rainbow Panorama

YourRainmowPanorama_02.jpg

 

Sexta-feira 13. Para uns, dia de sorte, para outros de azar. Para os espanhóis, nem um nem outro: o pior dia é a terça-feira 13! Eu nunca tive superstição com este dia até que, há poucos anos atrás, depois de um dia de trabalho que tinha sido particularmente exigente, entro no carro e oiço na rádio "O dia hoje não correu assim tão bem? É normal: hoje é sexta-feira 13!" 

 

De qualquer modo, o "dia do azar" é retratado por muitos como um dia negro, ou sombrio. E usando esta data como mote, venho aqui contradizer todas essas conotações com um projeto bastante colorido!

 

 

YourRainmowPanorama_01.jpg

 

Há poucos posts atrás, disse que falaria aqui de Your Rainbow Panorama de Olafur Eliasson

Aqui está ele, com todo o seu espectro cromático! 

 

YourRainmowPanorama_11.jpg

 

Este projeto foi adjudicado após o seu primeiro lugar num concurso por convite, para uma estrutura a instalar no museu ARoS Aarhus Art Museum, na Dinamarca. Consiste na criação de um percurso circular, que cobre todos os 360º, na cobertura do museu. Esse percurso, que permite aos visitantes observar toda a panorâmica da cidade, está cerrado por vidro colorido, numa transição que cobre todas as cores do espectro visível, permitindo assim uma nova perceção sobre a cidade. 

 

YourRainmowPanorama_12.jpg

 

YourRainmowPanorama_10.jpg

 

Recordo-me, no meu trabalho de investigação sobre a luz, da abordagem sobre o tema da cor. Temos a tendência de perceber a cor como uma característica intrínseca dos objetos, assumindo-a como um dos elementos definidores dos mesmos. No entanto, a realidade é que não possuem cor, mas sim propriedades óticas de refletir, refratar e absorver as cores da luz que recebem (os diferentes comprimentos de onda do espectro eletromagnético visível).

 

YourRainmowPanorama_03.jpg

 

YourRainmowPanorama_07.jpg

 

Vários autores defendem que a cor introduz a dimensão sensível e emotiva na encenação das atmosferas, e que uma alteração na cor dos objetos provoca uma alteração na perceção e julgamento dos mesmos. Ou seja, a alteração da cor dos objetos tem a capacidade de transformar cenários percebidos como familiares em cenários exóticos. 

 

YourRainmowPanorama_09.jpg

 

Os visitantes, à medida que vão percorrendo todo o círculo, como observam a cidade através dos filtros que são os vidros coloridos, vão percebendo uma outra realidade da cidade. Como um cenário. Os visitantes acabam por identificar a cidade por zonas coloridas, como resultado da forma como a vêem durante a visita.

 

YourRainmowPanorama_06.jpg

 

Sempre que vejo esta intervenção penso sempre em como este projeto representa a ideia de que podemos perceber que a mesma realidade de formas tão distintas e todas elas, verdadeiras. Porque, quem se encontra no topo do edifício, mas fora do círculo, vê as cores "reais", ou naturais da cidade. Mas quem se encontra dentro, vê a mesma cidade, com outras cores. E essa realidade também existe. Porque é dependente dos filtros que usamos. Ou seja: a nossa própria realidade, a forma como vivemos as situações altera-se, para nós, em função do "filtro" que desejamos ver. "Ver a vida cor de rosa" ou "ver tudo negro". Para mim a arte é uma forma de comunicação, sendo que frequentemente nos deixa criar as nossas próprias reflexões e interpretações.

 

YourRainmowPanorama_05.jpg

 

Eu, se pudesse trazer um pedacinho deste projeto para casa (uma espécie de souvenir), traria o filtro cor de rosa

 

:)

 

 

 

 

 

Imagens

 

 

2 comentários

Comentar post