Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DESIGN E OUTROS DESVARIOS

THERE ARE 360º, SO WHY STICK TO ONE? - ZAHA HADID

DESIGN E OUTROS DESVARIOS

THERE ARE 360º, SO WHY STICK TO ONE? - ZAHA HADID

16
Mai18

Um apartamento com luz interior

mongolian_apt6.jpg

 

Este apartamento situado na Mongólia foi alvo de remodelação para um casal de artistas. O desafio posto ao estúdio de Arquitetura Interior NA-DECO, não foi simples: queriam que o espaço fosse um reflexo do espírito Mongol e da sua cultura antiga. 

 

 

mongolian_apt.jpg

 

A criação de um determinado tipo de espaços - neste caso, um espaço residencial - não se resume à organização de funções. Por outro lado, não deixa de ser um exercício que exige uma dose de racionalidade. E como transmitir, numa configuração que se quer racional e funcional, conceitos tão abstratos como a cultura antiga de um país? Confesso que estas questões me chamam particularmente a atenção. Porque a criação de uma linguagem, entre tantas condicionantes, é um fator de dificuldade que, quando superado, se torna num fator diferenciador, numa prova de qualidade dessa mesma intervenção. Daí vem aqueles posts de instalações artísticas, que por vezes aqui surgem, com alguma reflexão acerca das mesmas. É este mesmo interesse que me motiva. 

 

mongolian_apt1.jpg

 

Voltando ao projeto em questão: os arquitetos inspiraram-se na música, e nos sentimentos evocados nesta, como mote da intervenção. Daí que as paredes curvas com revestimento cerâmico dourado brilhante sejam o ponto forte deste mesmo espaço.

 

mongolian_apt4.jpg

 

mongolian_apt7.jpg

 

Enquanto observava a forma como estes elementos de destaque parecem envolver cada espaço, fazendo que, ainda que estes não se encontrm confinados por paredes se apresentam como aconchegantes - graças à sua curvatura - apercebi-me também de um outro dado: estes elementos curvos e brilhantes são uma excelente forma de trazer luz natural para o interior dos espaços. Estarão neste momento a pensar que a constatação é bastante óbvia. Concordo. No entanto, é na observação destes detalhes, por vezes simples, por vezes óbvios, que treinamos a mente, de modo a que esta esteja alerta e nos apresente soluções possíveis de ser trabalhadas nos momentos de desafio criativo.

 

mongolian_apt8.jpg

 

Há por aí alguém que tenha um espaço com pouca luz natural que se tenha inspirado neste projeto?

 

mongolian_apt9.jpg

 

 

:)

 

 

 

 

 

Imagens

 

 

2 comentários

Comentar post

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow