Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DESIGN E OUTROS DESVARIOS

THERE ARE 360º, SO WHY STICK TO ONE? - ZAHA HADID

DESIGN E OUTROS DESVARIOS

THERE ARE 360º, SO WHY STICK TO ONE? - ZAHA HADID

29
Out18

The future is coming

pav_01.jpg

 

Quando, no meu 12º ano (já havendo decidido que seguiria arquitetura apesar de ter escolhido Científica e Natural), a minha professora me dizia carinhosamente - quando me apanhava distraída - que no futuro iria perceber que as ciências iam ser muito importantes para a minha área, eu estava longe de perceber quanta razão ela tinha!

 

 

pav_09.jpg

 

pav_14.jpg

 

Esta composição, que é o ICD Aggregate Pavilion 2018, do Institute for Computational Design and Construction, da Universidade de Estugarda apresenta - para além da sua beleza - o resultado de 10 anos de investigação acerca de novas estruturas, a ser potencialmente aplicadas no futuro, e cuja inspiração veio - pois - do meio natural. 

 

pav_06.jpg

 

Há muitos conceitos, em arquitetura e design, que se apoiam no meio natural: conceitos como fluxos naturais (artérias e veias com elementos de transporte e fluidez em cidades), esqueletos como estruturas, peles que se adaptam à sua envolvente - fachadas, ergonomia, relações de proporcionalidade... Neste caso específico, os investigadores apoiaram-se nos processos de agregação, erosão e transformação de partículas, como a areia e a neve - substâncias granulares - que ao longo dos tempos de reconfiguram. Deste modo, procuram desenvolver os mesmos comportamentos em elementos estruturais que, ao invés de se apoiarem em elementos de união rígida, se apoiam unicamente no contacto friccional. Deste modo, os materiais, em contacto entre si proporcionam uma estabilidade estrutural, mas ao mesmo tempo, e como não estão unidos, permitem uma reconfiguração e fluidez na sua forma de conjunto, com precisamente os mesmos elementos - tal como na natureza!

 

pav_30.jpg

 

pav_03.jpg

 

pav_18.jpg

 

pav_19.jpg

 

Este pavilhão é composto por partículas independentes com geometria estrelar, obtida através da reciclagem de plásticos, e do recurso a elementos fluidos - balões - que, durante a montagem ocuparam o que será, futuramente, o espaço vazio, sendo assim os elementos que conferem a fluidez ao espaço interior. A contenção do espaço de construção do pavilhão foi criada pelos mesmos contentores que transportaram os elementos, sendo que se conseguiu um resultado de desperdício zero.

 

pav_04.jpg

 

pav_22.jpg

 

pav_28.jpg

 

pav_25.jpg

 

pav_26.jpg

 

pav_27.jpg

 

E é assim, através desta forma tão bonita que se anuncia que:

novas possibilidades na arquitetura e na construção se aproximam

 

:)

 

 

Imagens

 

2 comentários

Comentar post

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow

Pesquisar