Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Design e outros Desvarios

Trabalhar assim...

Igreja_01.jpg

 

Há poucos meses atrás arrendei um pequeno gabinete. É giro, tem uma grande janela como eu queria, pequenino mas suficiente para mim e a pouco e pouco vai ficando mais aconchegante e à minha imagem. E, quando eu andava já a ficar toda feliz com o meu espaço...eis que surgem os CLS Architetti com o seu "singelo" gabinete localizado numa igreja do século XVI em Milão! Se isso não é um aviso do Universo para me por no lugar, não sei o que será!

 

 

 

 

Uma reconversão inesperada

Geralmente, há um espaço da casa no qual nos sentimos mais tranquilos, e para onde nos dirigimos, quase inconscientemente sempre que necessitamos de um pouco de paz e recolhimento. Se para uns é a casa de banho (ouvi alguém dizer isso recentemente numa conferência), para outros pode ser o quarto - que é o meu caso - e outros ainda podem ter um espaço destinado, exclusivamente, a esses momentos. Há pessoas que rezam, que meditam, ou que simplesmente se dediquem a uma atividade de diálogo consigo próprio, como por exemplo, ler. Esses espaços são naturais dentro da própria área habitacional. Assiste-se a uma reutilização do espaço, ainda que seja temporário, do mundano para o espiritual.

 

Menos comum é, no entanto, a alteração no sentido oposto. E foi precisamente essa descontextualização que me chamou a atenção neste projeto. Aqui, a reconversão deu-se no sentido contrário: do espiritual para o mundano. É que este espaço interior, que agora é uma casa para uma família, foi outrora um espaço de oração. Este edifício era uma igreja!

 

 

Linc-Thelen-Design-and-Scrafano-Architects-5.jpg

 

Situa-se em Chicago, e a sua reconversão esteve a cargo de Linc Thelen Design e de Scrafano Architects.

A volumetria do edifício original permitiu a criação de uma casa com sete quartos, que alberga uma família composta por um casal e três filhos.

 

 

Linc-Thelen-Design-and-Scrafano-Architects-6.jpg

 

Linc-Thelen-Design-and-Scrafano-Architects-3.jpg

 

O aproveitamento da totalidade de altura de pé-direito em áreas comuns, a cor clara dos materiais, o branco predominante e os grandes vitrais pré-existentes conferem a estes espaços uma sensação de frescura e amplitude.

 

Linc-Thelen-Design-and-Scrafano-Architects-7.jpg

 

Linc-Thelen-Design-and-Scrafano-Architects-1.jpg

 

As divisões envidraçadas, com caixilharia de ferro preto e a lareira, também em preto, que acompanha toda a altura da sala evidencia isso mesmo: a amplitude dos espaços. O desenho do mobiliário e a escolha das luminárias fecham um conjunto que se lê como eclético e moderno.

 

Linc-Thelen-Design-and-Scrafano-Architects-2.jpg

 

Linc-Thelen-Design-and-Scrafano-Architects-8.jpg

 

Linc-Thelen-Design-and-Scrafano-Architects-9.jpg

 

Sem dúvida que, neste conjunto, são os vitrais que atribuem o carisma a este espaço, diferenciando-o e, em simultâneo, relembrando o seu passado. Não teria sentido de outra forma, é verdade. Renegar, tentar esconder ou dissimular, em vez de aceitar a valorizar a natureza dos edifícios nunca leva a bom porto. E este projeto chegou, na minha opinião, a um muito bom porto!

 

church-conversion-chicago-730x1095.jpg

 

Linc-Thelen-Design-and-Scrafano-Architects-12.jpg

 

 

Imagens