Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Design e outros Desvarios

Anna Karlin

Anna_Karlin_01.jpg

 

Descobri há pouco o trabalho de Anna Karlin. Ela é uma mulher fascinante! É daquelas pessoas que tem uma espécie de toque de Midas. O seu estúdio, em Nova Iorque, trabalha nas mais diversas áreas, desde design de mobiliário, de iluminação, interiores, direção artística, design gráfico...é a verdadeira mulher dos sete ofícios e muito talentosa! Aqui neste post deixo, e porque o design de peças de iluminação tem tudo a ver comigo, uma das suas últimas coleções. 

 

Espero que gostem tanto como eu!

 

 

 

MUJI Hotel

MUJI_Hotel_01.jpg

  

Remonta do ano de 2010 o meu amor pelos produtos da MUJI. Nessa altura tinha entrado para uma nova empresa lá em Valência, e todos os meus colegas - que grande parte se transformou em amigos, saindo de lá alguns dos meus "amigos para a vida" - tinham esferográficas da MUJI. Para começar. Depois haviam aqueles que eram assumidamente fans da marca e também usavam os seus cadernos e agendas. E ainda haviam os meus patrões, que só usavam artigos MUJI para as suas viagens, desde malas a acessórios. Naquela altura não havia nenhuma loja física em Valência e recordo-me da emoção quando, dois anos depois fomos de fim de semana a Bolonha e percebemos que o nosso hotel estava mesmo em frente a uma loja desta marca! Foi o êxtase! Nota: esse fim de semana estava destinado ao Porto, mas quando percebemos que o grupo era constituído por mais de 25% dos recursos humanos daquela empresa, achamos por bem escolhar um destino cujo voo não nos obrigasse a pedir uma hora antecipada no horário de saída. E a sexta-feira tinha um horário de saída as 15:00, o que não era nada mau!

 

 

 

Villa del Conte

Villa_del_Conte-montagem.jpg

 

Quis o destino que no meu caminho surgisse uma nova e agradável experiência num novo e agradável espaço, de nome Villa del Conte.

 

Este restaurante italiano está localizado em Vila do Conde, e só a combinação de "comida italiana" com "cidade à beira mar plantada" já é um indício, para mim, de uma experiência interessante. E deliciosa. 

 

O espaço encontra-se num edifício antigo, que conserva visível a sua alvenaria de pedra e a conjuga com materiais quentes e confortáveis. Soalho e mobiliário de madeira, iluminação com baixa temperatura de cor (luz quente), e texturas: tecido nas cadeiras, lambrim e mobiliário composto por lamas verticais de madeira pintada. Ocres e castanhos, quentes, a contrastar com o branco e os tons pastel, azul e rosa-acinzentado. Uma combinação aconchegante, criada pelo proprietário do espaço em sinergia com uma arquiteta amiga.