Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Design e outros Desvarios

Pouco, mas bom!

De volta! 

E volto com um espaço que reúne muitos aspetos interessantes! Escadas que adoro, como já tinha referido aqui, pormenores em mármore, dos quais já mencionei aqui, branco que já tenho mencionado numa infinidade de posts, e reconversões de espaços com alteração da sua função, como também já comentei aqui

 

f2_loft_apartment_melbourne_adrian_amore_photo_by_

 

O espaço que trago hoje para este singelo cantinho da Sapo Blogs, está localizado em Melbourne, e é uma antiga fábrica de manteiga transformada num loft! Da autoria dos AA Architects, o espaço é caracterizado pela área comum com amplo pé direito e pela escada escultórica que impõe o seu protagonismo.

 

p1_loft_apartment_melbourne_adrian_amore_photo_by_

 

Apenas a escada caracteriza o espaço. É como viver com uma escultura dentro de casa! E a harmonia dos brancos e cinzas com a textura de mármore aliada à luz natural indireta devido aos vãos, aquelas janelas enormes, enfatiza ainda mais a pureza do espaço.

 

p5_loft_apartment_melbourne_adrian_amore_photo_by_

 

 

Ver este espaço fez-me recordar uma conversa com uma amiga, na qual ela comentava a impossibilidade de estes espaços "de revista", tão brancos e imaculados, serem encontrados numa casa do dia a dia. 

Confesso que, intimamente, concordei com ela...no entanto, e agora que ando numa onda back to basics, creio que sim, é possível. Ou seja...é obvio que estes espaços estão assim para as fotos. No entanto, não há porquê não ser possível viver em espaços claros, brancos, harmoniosos...ou coloridos, ou alternativos...qualquer que tenha sido a opção. Basta haver um cuidado nos elementos que lá integramos. Vamos comprar aquele conjunto de jarras verdes só porque estão a bom preço, mesmo sabendo que o verde não está incluído na paleta de cores do nosso espaço? Não! Cada vez mais, em todas as áreas, valorizo o princípio: pouco, mas bom! Até porque, tenho percebido, muitos dos objetos dos quais tendencialmente nos rodeamos, acabam por ser algo obsoletos. 

 

p4_loft_apartment_melbourne_adrian_amore_photo_by_

 

 

Ando numa fase de descomplicar. O que não é nada fácil! Mas desde que comecei a fazer o exercício de olhar para um objeto e perguntar, eu preciso mesmo disto?, tenho vindo a diminuir a quantidade de coisas que me rodeiam. E o que aumenta é o número de fotografias! Porque substituo coisas por momentos

 

p3_loft_apartment_melbourne_adrian_amore_photo_by_

 

 

Ainda estou numa fase embrionária deste exercício, ainda tenho muito caminho pela frente...mas irei contando os meus progressos por aqui! 

 

p2_loft_apartment_melbourne_adrian_amore_photo_by_

 

 

E esta casa, que aponta em algumas peças de design "de autor", acabou por retratar esta minha reflexão acerca dos poucos, dos muitos e dos bons! ;)

 

f2_loft_apartment_melbourne_adrian_amore_photo_by_

 

 

f5_loft_apartment_melbourne_adrian_amore_photo_by_

 

Bom resto de semana para todos. Por cá, vou continuar a preparar a minha defesa da tese que está quase quase (que nervos)!

 

 

Imagens

 

 

 

 

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post