Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DESIGN E OUTROS DESVARIOS

THERE ARE 360º, SO WHY STICK TO ONE? - ZAHA HADID

DESIGN E OUTROS DESVARIOS

THERE ARE 360º, SO WHY STICK TO ONE? - ZAHA HADID

27
Dez18

"Milla" de chocolates

Milla_CloseUps_Aug5th_035.jpg

 

Em primeiro lugar: Boas Festas! Espero que o Natal tenha sido fantástico por esses lados. E espero, mais ainda, que 2019 traga muitas surpresas boas para todos.

Em segundo lugar: chocolates! Falar de doces por estas alturas talvez pareça algo inapropriado, mas chocolate é algo que, para mim, nunca é demais! E se for chocolate com design...numa loja premiada...confirma-se: nunca é demais!

 

 

 

04
Dez18

Maçaroca Mercearia Viva

Macaroca_09.jpg

 

Na semana passada fui ao Porto em trabalho, e aproveitei para combinar um lanche com uma amiga. Cosmopolita e sempre atualizada, sugeriu um espaço muito interessante: Maçaroca Mercearia Viva, em Ramalde. Este é um espaço dedicado aos produtos orgânicos, desde alimentares, passando por detergentes e até tem cosméticos, de venda a granel, mas que também tem, ao fundo da loja, uma cafetaria muito aconchegante. Como cheguei cedo, aproveitei o tempo e deu uso à máquina fotográfica, com a conivência de todas as funcionárias, simpatiquíssimas, que não perderam o sorriso quando eu disse que "não era grande blogger".

 

 

 

26
Nov18

Adega real, de fantasia

Wine01.jpg

 

Lembro-me de uma conversa de grupo, numa aula de primeiro ano de projeto, na qual estávamos a tecer considerações sobre o terreno que nos haviam atribuído para o desenvolvimento dos nossos projetos (que naquela altura ainda eram projetos de projetos). Desde uma das frentes do terreno, avistava-se o antigo edifício de uma fábrica, abandonada, em ruínas e em bastante mau estado. Quase todos estavamos de acordo em eliminar aquela vista. Porque era feia, abandonada...logo, o nosso edifício voltar-lhe-ia as costas. Até que o professor nos disse algo muito óbvio, mas que naquela altura pareceu muito novo: não é solução ignorar o que não gostamos, fazendo de conta que não existe. A solução está em conseguir integrar a realidade tal como ela é. 

Esta história seria o mote para muitas e variadas reflexões, pois tantos aspetos da vida se poderiam resumir nesta conclusão. No entanto, lembrei-me deste episódio quando estava a ler sobre a história desta adega particular. Porque, este espaço tão cénico provém de um antigo bunker militar, de armazenameto de armas e munições, primeiro ocupado pelo exército Polaco, e posteriormente tomado pelos Russos, depois da Segunda Guerra Mundial. É que este espaço está na Lituânia. 

 

 

 

23
Nov18

Refúgio no parque

LAC_CASTORS_02.jpg

 

Bem sei, há dois dias atrás estava a falar de viver permanentemente em frente ao mar, num refúgio de verão que invocava os dias mais quentes e agora: estamos na neve do parque Mount Royal, em Montreal, Canadá. Mas que seria a vida sem viragens inesperadas? E se um por do sol à beira-mar numa tarde de verão é O Paraíso, um refúgio aconchegante num parque nevado é uma experiência igualmente sedutora.

 

 

 

19
Nov18

CHRISTMAS TIME

Natal.jpg

 

Já entrámos oficialmente em época natalícia lá por casa. E o tamanho da mesma não foi impeditivo!

Desde este verão, estamos a viver num pequeno apartamento no centro da cidade, no qual cabe tudo. Tudo tem o seu lugar próprio, as roupas estão devidamente arrumadas, a cozinha tem tudo o necessário para refeições saudáveis e deliciosas, e os meus cremes e artigos de beleza estão todos no seu lugar, como comentei aqui. Até temos um pequeno home cinema improvisado, espaço para abrir o colchão de fitness e um pequeno jardim (micro, para se sincera)! E há uma grande percentagem de chão vazio o que, juntando a um grande espelho e duas amplas janelas, transmitem a sensação de um espaço maior do que é na realidade. Logo, também temos espaço para a decoração de Natal! Essa, claro, também em tamanho mini. Mas suficiente.

 

 

 

14
Nov18

BOHEMIAN RHAPSODY (SEM SPOILERS)

Hoje tinha planeado falar de um tema completamente diferente mas...

ontem fui ver o filme Bohemian Rhapsody.

Eu já esperava um bom filme mas...

 

...fiquei colada à cadeira! No final, não me movi até o último acorde ter soado (e pensava "como são capazes de sair enquanto ainda há música na sala??" até me parecia uma falta de respeito).

 

...confesso que uma ou outra lagrimita insistia em saltar...

 

...quando saí quase não falei para não dispersar aquela sensação de deslumbramento, só conseguia dizer, baixinho: brutal...

 

...hoje, a banda sonora do gabinete é, claro, Queen!

 

Ponham som, carreguem em play. Com música, as palavras são desnecessárias.

 

 

:)

 

09
Nov18

Porque as joias são eternas...

 

AnnaKarlin_capa.jpg

 

 

Ainda falta algum tempo para o Natal e eu tento não me entusiasmar demasiado cedo com a quadra, sob pena de entrar num estado precoce de saturação. Mas nada como pensar nos presentes atempadamente e evitar o caos de véspera. Mais, o meu Dezembro é repleto de aniversários de pessoas próximas! Posto isto, e porque comecei já a pensar nos presentes a dar e nos que gostaria receber (sim, é um recado mal dissimulado para alguém que sabe quem é), hoje trago algumas marcas de joias que - segundo o meu ponto de vista - apresentam designs bastante interessantes. A primeira que vou falar é uma marca espanhola, que me foi apresentada por uma amiga e na qual já fiz compras: a compra online correu sempre bem. Mas também trago marcas portuguesas das quais gosto e que quero divulgar, porque é importante promover o que é nosso. E também trago alta joalharia de uma designer da qual já falei aqui, na altura do seu mobiliário e iluminação, hoje das suas joias: Anna Karlin.

 

Para oferecer ou para escolher, espero que gostem das sugestões.

 

 

 

07
Nov18

Yayoi Kusama, o nosso próprio espelho

LV_YK.JPG

 Fonte

 

Este ano foi lançado o filme sobre a artista japonesa Yayoi Kusama, Kusama: Infinity. Ela é conhecida essencialmente pelo seu padrão de bolinhas, aliás, frequentemente é referida como a princesa das bolinhas, e talvez um dos momentos de maior atenção do grande público sobre o seu trabalho tenha sido com a concept store da Louis Vuitton em Nova Iorque, assinalando a colaboração da artista numa das suas coleções. Neste momento com 89 anos, é uma das artistas mais credenciadas, e uma referência na arte contemporânea Japonesa, mas nem sempre foi assim. Aliás, o seu percurso é bastante dramático, e a sua arte é a canalização de todos os seus traumas e episódios negativos que contam, entre eles, com tentativas de suicídio. O seu percurso é um exemplo incrível de transmutação: de tanta negatividade, surge tanta beleza!

 

 

 

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow

Pesquisar