Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Design e outros Desvarios

...gent de tot el món: estem en Falles!!!

Esta frase é a mais aguardada pelos Valencianos durante todo o ano. E é ouvida no último domingo de Fevereiro, quando se iniciam as festividades da cidade!

 

Aqui está o prometido post sobre as Fallas!

 

fallas.jpg

Falla

 

As Fallas são as festas principais da cidade de Valência, e embora a sua data oficial seja de 15 a 19 de Março, a verdade é que a cidade fica um mês em festa! São já consideradas Festas de Interesse Turístico Internacional. O nome Fallas é alusivo às tochas, que antigamente serviam para iluminar as torres de vigilância. Quando eu vivia lá, diziam-me que esta tradição veio das aldeias, de quando os agricultores, à entrada da primavera, queimavam instrumentos agrícolas antigos e tudo o que seria dispensável, como que num gesto de eliminar todo o peso do passado e começar de novo. 

 

E a verdade é que esta cidade fica, literalmente, em fogo durante um mês. E conta com vários momentos. 

 

crida-fallas-Valencia-2015.jpg

Cridá

 

Estas festas iniciam-se com a Cridá, que é como quem diz com a abertura oficial, na qual é entregue a chave da cidade à Fallera Mayor (que é uma espécie de Miss) e onde há ordem para, basicamente, queimar pólvora! Desde esse dia até ao 19 de Março, dia de São José, Santo ao qual estas festas são dedicadas, pode-se andar pela rua a acender petardos (e atira-los pela rua, de preferência para becos onde haverá mais eco quando estourarem). 

A cerimónia oficial tem lugar nas Torres de Serrano e eu vivia mesmo ali ao lado (que saudades).

 

0_bum57oah.jpg

Mascletá

 

fotonoticia_20160215142910_1280.jpg

Mascletá

 

Para além dos petardos que se rebentam pela rua - e os há de vários tamanhos, pois desde pequeninos que os Valencianos andam com pólvora nas mãos - há também, a Mascletá. Este momento ocorre todos os dias, de 1 a 19 de Março, na Plaza del Ayuntamiento às 14:00 em ponto, e dura 5 minutos aproximadamente. Durante esse tempo, quilos de pólvora são queimados e é preciso estar o mais perto possível para se ouvir (chega a 120dB), ver o céu a ficar cada vez mais coberto e sentir tudo mas tudo a tremer à volta! É espetacular!!! E depois, com o tempo, começa-se a perceber porque comparam os mestres pirotécnicos a DJ's e dizem que cada dia que passa é melhor. É que também tem ritmo! É espetacular, já tinha dito?

 

Também, durante vários dias - ou melhor, noites - há os Castells de Focs que são fogos de artifício exuberantes durante os quais a noite se transforma em dia. Valem bem a pena! 

 

Posso dizer que eu, como ex-atiradora, adorava o cheiro a pólvora queimada que se fazia sentir durante esta época. Era um êxtase para o sentido olfativo, eheh. 

 

fallas (23).jpg

Plantá

 

16779516546_c1ac2d981d_b.jpg

Plantá

 

Apesar de já começarem a aparecer peças e pedaços de bonecos e iluminação, os dias 15 e 16 são os da Plantá, que é como quem diz: vão erguer os bonecos. São uma espécie de caricaturas gigantes (dá para ver a escala nas fotos), produzidas durante todo o ano, que geralmente tem um tema específico de sátira ou crítica social. Nestes dias, com a ajuda de gruas, monta-se tudo e fazem-se os últimos retoques. E fica...sen-sa-cio-nal!!! 

Depois ficam assim mais ou menos deste tamanho (e depende do tamanho das praças, porque há uma em cada esquina):

 

las-fallas-2010-de-los-barrios-018.jpg

Falla

 

falla-pilar-2014.jpg

Falla

Para além das Fallas, há também os Ninots, que são as fallas infantis. São mais pequeninas mas geralmente muito mais elaboradas e cheias de detalhes:

 

a_ninots_-a.jpg

Ninot

 

Para além destas esculturas gigantescas, há também a iluminação das ruas, e o momento de ligar as luzes Encendido de la Falla. E não se acendem de qualquer forma! Acontece todos os dias ás 20:00. 

 

IMG_0186.JPG

Reparem na escala...no número de pisos que tem o prédio

 

Um dos momentos mais altos destas festas é a L'Ofrena (ou a Oferenda). Durante os dias 17 e 18, todas as comunidades falleras (basicamente há uma em cada bairro) vão em procissão oferecer flores à Virgem dos Desamparados, a santa padroeira de Valência e da Comunidade Valenciana. E essas flores são utilizadas na hora para recobrir toda a estrutura gigante de madeira e fazer assim o manto:

 

Ofrenda.jpg

Trajes típicos valencianos e Virgen de los Desamparados

 

Bom, há inúmeros momentos, várias Cavalgatas (procissões), entregas de prémios e a Despertà, que consiste em basicamente estourar umas quantas bombas à porta da Fallera Mayor todos os dias, quando ela sai para os atos oficiais. Houve um ano no qual a Fallera Mayor residia no mesmo prédio que o gabinete onde eu trabalhava...e ás 8:30 em ponto, todos os dias...garanto, dispensava a necessidade de cafeína!!! Mas...ao que eu quero chegar, são a dois pontos muitíssimo importantes nestas festas: o que comer/beber/dançar, ou seja, as Verbenas, e a Cremá

 

Durante o dia, há-que comer: buñuelos de calabaza e churros com chocolate! Sim, sim, que isto parece o Rio de Janeiro durante o ano, com o povo a cuidar da linha e a correr nas avenidas da praia, mas chegados a este mês consomem-se quantidades de colesterol que chegam para entupir as artérias de um continente inteiro! 

 

Chocolate con buñuelos.jpg

Basicamente é massa de churos com abóbora...frita...e depois mete-se aquilo no chocolate quente...

 

E de noite - agora estamos a chegar ao mais importante - há as Verbenas. Basicamente são festas montadas no meio da rua, onde há música até ás 4 da manhã, e muitos locais a vender bebidas. Estamos em Março, mas não faz mal, há sempre uns dias de muito calor, e geralmente o meu primeiro banho de mar do ano acontecia neste mês...por isso, pode-se perfeitamente fazer festas na rua. Há algumas que até tem fogueiras lá no meio para aquecer. 

 

E....o ponto alto altíssimo das festas: 19 de Março, dia de Cremá! 

 

E o que é a cremá? Basicamente, é onde se queima tudo! Bom, quase tudo! Todas as Fallas são queimadas, no meio de um espetáculo pirotécnico, claro está! Sim, eu fiquei chocada no primeiro ano! Só pensava: um ano de trabalho queimado?! Mas assim é! Segundo a tradição, a Falla vencedora queima-se à meia noite, a da Câmara Municipal (o Ayuntamiento) ás 0:30 e a partir da uma da manhã, tudo arde naquela cidade! Mesmo as que estão nas praças pequeninas, onde as janelas dos prédios tem de levar com cortinas anti-fogo. E as pessoas ficam na rua a assistir ao espetáculo entre chocolate quente, churros e vodka...sim, há alcool no meio do fogo...e geradores de energia a gasóleo ao lado dos petardos...e aquilo corre sempre bem! E as imagens são...fenomenais! 

 

fallas3.jpg

Cremá

 

cremas (6).jpg

Cremá

 

crema-fallas-valencia.jpg

Cremá

 

O post foi longo. Até ponderei separar este tema em dois diferentes, mas confesso que me entusiasmei. Espero que tenham ficado com vontade de lá ir nesta altura do ano....vale bem a pena, pelo menos uma vez na vida. E percebe-se o sentimento de se ser valenciano, o que também é interessante, conhecer outras culturas. 

 

:)

 

 

7 comentários

Comentar post

MENSAGENS

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

foto do autor